quinta-feira, 30 de julho de 2015

Ideia de Gincana - Desafio das Regras de Fé

Esta foi uma das últimas mutuais que preparei. Estava em uma aula quando pedimos para as meninas falarem a quinta regra de fé. E daí... ninguém conseguiu falar! Uma frase ou outra, mas essa nem é das difíceis. Eu já tinha pensado em fazer algo com as regras de fé, aí montei algo pra valer e foi bem legal, fez muito sucesso.

Falei com as meninas que elas teriam 1 semana para decorar todas (sim todas) as regras de fé. Que a atividade da semana seguinte seria relacionada a isso e que quem assim fizesse ia se der bem. E só. Demos lembretes no face e whatsapp para elas sobre isso.

No dia da atividade, foi feito um jogo. Primeiro separamos em 2 equipes. Faríamos um jogo da memória onde teria a o número regra de fé que fazia par com um termo chave dela. Algo assim (total de 26 cartões - 13 regras de fé). A equipe jogava a memória normalmente e confirmava se o par estava correto. Caso sim, ganhava um doce, e caso não, dava para a outra equipe.



Quando se formava um par, todas as moças -de ambas as equipes, deveriam individualmente repetir a regra de fé. Inclusive criamos uma ordem para cada uma repetir, sendo que a cada rodada quem falou por primeiro era a última na próxima, alterando a cada vez. Se a moça conseguisse falar, ganhava o primeiro brinde da mesa (a ordem era da esquerda pra direita, debaixo para cima). 



Eram 13 brindes e tinha um de cada, para cada moça, ou seja, se a moça conseguisse falar todas no decorrer da brincadeira, ela levava todos os brindes (dependia apenas dela). Se não conseguisse falar, teria que esperar a próxima rodada para ganhar o primeiro brinde. O importante é que a ordem nunca seja mudado, afina os últimos brindes são melhores e ela só ganha o que vai ficando melhor se chegar até o final (não vale a moça escolher o que quer ou pular a ordem de entrega).

Foi bem bacana, Teve moças que falaram 6, 7, 9... e apenas 1 falou todas, e foi bem legal porque ela estudou mesmo na semana e mereceu todos os brindes. Foi bom para moças recém conversas também estudarem as regras incentivar todas em geral.

Claro que alguns brindes sobraram, daquelas que não conseguiram falar tudo. Aí fica do critério da presidência dar uma nova oportunidade ou guardar os brindes para uma outra ocasião. Nós usamos as opções acima e tem certo investimento na atividade, mas acho que vale a pena, mas dá pra comprar miudezas bacanas sem gastar muito também.

Que tal incentivar suas moças a decorarem as regras também? Espero que ajude vocês!

4 comentários:

  1. Adorei!!! Esse tipo de atividade simples, mas criativo, que as meninas adoram!

    ResponderExcluir
  2. Que legal...parabéns pela atividade...e obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Ideia de Gincana - Desafio das Regras de Fé

Esta foi uma das últimas mutuais que preparei. Estava em uma aula quando pedimos para as meninas falarem a quinta regra de fé. E daí... ninguém conseguiu falar! Uma frase ou outra, mas essa nem é das difíceis. Eu já tinha pensado em fazer algo com as regras de fé, aí montei algo pra valer e foi bem legal, fez muito sucesso.

Falei com as meninas que elas teriam 1 semana para decorar todas (sim todas) as regras de fé. Que a atividade da semana seguinte seria relacionada a isso e que quem assim fizesse ia se der bem. E só. Demos lembretes no face e whatsapp para elas sobre isso.

No dia da atividade, foi feito um jogo. Primeiro separamos em 2 equipes. Faríamos um jogo da memória onde teria a o número regra de fé que fazia par com um termo chave dela. Algo assim (total de 26 cartões - 13 regras de fé). A equipe jogava a memória normalmente e confirmava se o par estava correto. Caso sim, ganhava um doce, e caso não, dava para a outra equipe.



Quando se formava um par, todas as moças -de ambas as equipes, deveriam individualmente repetir a regra de fé. Inclusive criamos uma ordem para cada uma repetir, sendo que a cada rodada quem falou por primeiro era a última na próxima, alterando a cada vez. Se a moça conseguisse falar, ganhava o primeiro brinde da mesa (a ordem era da esquerda pra direita, debaixo para cima). 



Eram 13 brindes e tinha um de cada, para cada moça, ou seja, se a moça conseguisse falar todas no decorrer da brincadeira, ela levava todos os brindes (dependia apenas dela). Se não conseguisse falar, teria que esperar a próxima rodada para ganhar o primeiro brinde. O importante é que a ordem nunca seja mudado, afina os últimos brindes são melhores e ela só ganha o que vai ficando melhor se chegar até o final (não vale a moça escolher o que quer ou pular a ordem de entrega).

Foi bem bacana, Teve moças que falaram 6, 7, 9... e apenas 1 falou todas, e foi bem legal porque ela estudou mesmo na semana e mereceu todos os brindes. Foi bom para moças recém conversas também estudarem as regras incentivar todas em geral.

Claro que alguns brindes sobraram, daquelas que não conseguiram falar tudo. Aí fica do critério da presidência dar uma nova oportunidade ou guardar os brindes para uma outra ocasião. Nós usamos as opções acima e tem certo investimento na atividade, mas acho que vale a pena, mas dá pra comprar miudezas bacanas sem gastar muito também.

Que tal incentivar suas moças a decorarem as regras também? Espero que ajude vocês!

4 comentários:

  1. Adorei!!! Esse tipo de atividade simples, mas criativo, que as meninas adoram!

    ResponderExcluir
  2. Que legal...parabéns pela atividade...e obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir